eleanor & park

postado em , por Michelly de Jesus Teixeira, Nenhum Comentário

Vi a indicação dos livros da Rainbow Rowell no Blog da Paula Cipriani, já faz um tempo. Lembro que pelo post me interessei nos livros, pareceu ser o tipo de leitura leve e lindinha para um fim de tarde desocupado. 

Escolhi começar por Eleanor & Park, por ser o mais lido e bem votado no skoob. Sou bem influenciada por notas. Coloquei o livro no Kindle e comecei a ler numa manhã de espera para ser atendida em um consultório. 
No início da leitura não gostei da história, principalmente porque o primeiro problema da personagem - Eleanor - era a frustração do primeiro dia aula na escola nova, que parecia ser o maior problema do mundo dela. Já vi isso em vários filmes e até livros americanos e sempre acho isso bem entendiante porque acho que nunca tive esse tipo de problema com escola, eu sempre ficava bem ansiosa pra começarem as aulas... Além disso, o Park pareceu um cara bem bacacão, muito ligado nas aparências das coisas e na opinião dos colegas do ônibus. 
Fiquei umas duas semanas sem pegar no livro de novo, mas em outro momento de espera peguei o livro novamente pra ver onde ia dar. Gostei! A história é sobre como esses dois esquisitões de mundos tão diferentes começam a se gostar até ficarem juntos. É tudo bem lindinho, mas bem triste e tenso também, porque a gente acaba descobrindo que a Eleanor tem problemas bem mais sérios do que se adequar à nova escola. Existe toda uma trama de violência e abuso que ela tem que enfrentar em casa todos os dias. Não é uma coisa que você espera num livro que promete ser fofinho, mas que com certeza deixou a história bem mais intensa. Park se torna o porto seguro dela em meio a todo o caos de sua família, e ele se sai muito bem nesse papel. Apesar de pisar na bola às vezes, ele vai aprendendo com seus erros e se torna um namorado bem nota 10. Eleanor também aprende bastante com ele, e acho que eles juntos são o casal nota 10, porque se gostam, se respeitam, e se apoiam. 💕
A leitura é bem curtinha, mas me fez refletir sobre várias coisas. Gostei sim, e recomendo! 

Abraços.

0 comentários:

Postar um comentário