Onde trabalha uma engenheira controleira?

postado em , por Michelly de Jesus Teixeira, Nenhum Comentário

Essa é uma das grandes questões ainda não respondidas da (minha) vida  -  uma dessas que eu fico refletindo sobre no trajeto do ônibus indo pra faculdade e voltando da faculdade - pensando onde é que eu vou trabalhar depois de tudo isso: todas as funções de transferências, sensores, e controladores da vida.

Onde?
Há por aí essa ideia de que um engenheiro de controle e automação pode trabalhar em inúmeras áreas: projetos, mecânica, eletrônica, elétrica, computação, robótica, automação de processos, plantas industriais e mais um monte de áreas. Mas acho isso uma meia verdade. Engenheiro de Controle é especialista em controle, não em elétrica e etc.

Eu já sei que gosto de controle, acho interessante sim, mas me preocupo com o mercado. Conversando com meus colegas veteranos, vejo que a maioria deles começa estagiando na área de desenvolvimento de software e provavelmente devem seguir nessa área em seus primeiros empregos.
Isso me faz pensar em três hipóteses:
  • o mercado não está interessados em engenheiros de controle e automação, ou 
  • não estão sendo formados os engenheiros de controle e automação que o mercado precisa, ou
  • engenheiros recém formados não estão sabendo encontrar as empresas. 
Esse negócio de emprego me preocupa muito desde cedo, o que é normal, por ser uma das grandes expectativas que recaem sobre todo mundo.
Eu sei imagino que eu deva passar a maior parte da minha vida trabalhando (olá reformas na previdência), então espero que eu possa fazer algo bem útil com a minha profissão, algo que eventualmente envolva umas contas complicadas e hardware, porque, se for pra trabalhar apenas com computação, então teria sido melhor ter estudado engenharia da computação, não é mesmo?

Muitos dos meus colegas de E.C.A. também sentem essa aflição e acho que deveríamos discutir mais esse assunto. Sempre que posso estou comentando isso com eles pra ver se eles têm alguma visão diferente, ou pra saber se algum deles já encontrou o caminho das pedras para trabalhar com controle na vida real.

Sei que pra quem se dedica e persevera sempre é possível achar um espacinho em alguma empresa distinta pra trabalhar de fato com sua área. Quem se dedica e faz um trajeto profissional saudável pode ter essa oportunidade, ou pode até mesmo criar a oportunidade.

Gosto de observar engenheiros que encontraram o seu caminho quando ele não estava muito claro no mercado. Gosto de observar a história dos meus professores e suas pesquisas. Servem de inspiração. Eu gostaria também de poder observar mais mulheres fazendo seus caminhos nessa minha área - meu maior exemplo até o momento é a Nagin Cox, engenheira industrial que trabalha lá na NASA, mandando robôs pra marte - maravilhosa 😁

Tirei uma foto com ela após a palestra que ela deu lá na COPPE. 26 de Semtembro de 2014. 
Comentários são bem vindos! Se souberem aí de algum lugar onde eu possa trabalhar, já estou aceitando sugestões, obrigada. rs

0 comentários:

Postar um comentário