Resuminho de Maio/Abril

postado em , por Michelly de Jesus Teixeira, Nenhum Comentário

Eu não escrevi o resuminho do mês de Abril porque simplesmente não tinha muito conteúdo relevante para compartilhar. As coisas em Maio não foram muito diferentes de Abril, nesses meses o que mais fiz de relevante foi estudar e fazer coisas da minha iniciação científica.
Já estamos chegando ao meio do ano e parece que o meu 2017 não começou direito. Parece que tudo que eu estou fazendo é um ensaio, uma preparação para o que pode ser 2017 a partir da resposta para um projeto pessoal que estou esperando desde o ano passado. Muitas coisas podem mudar nos próximos meses, mas só Deus sabe :)

Momentos 

  • Passeio com os tios no centro do Rio: No feriado de 1º de Maio, meus estavam passeando aqui pelo Rio e aproveitei para encontrá-los. Fizemos um passeio guiado com o pessoal do Rio Free Walking Tour. Foi bem legal.
  • Amigos de Cuiabá: Ray e Thalles vieram conhecer o Rio. Eu não pude acompanhá-los nos passeios, mas deu pra comer uma pizza com eles e saber das novidades. 
  • Niver da Clara: fomos à feira de São Cristóvão pra comemorar o niver da Clara ao som de Karaokê, foi legal, mas também foi o dia em que o Uber que pegamos quebrou na linha vermelha e ficamos muito preocupadas, mas no fim deu tudo certo. 

Leituras

Além dos livros da Faculdade, eu li esses:
  • Autoliderança -  Robson Santarém: é um livro sobre a jornada espiritual para se tornar plenamente humano. Esse livro falou muito comigo. Aprendi coisas muito importantes e talvez um dia eu escreva uma resenha detalhada. Foi o tipo de livro que li marcando várias páginas e frases marcantes. 
  • Enigma - Andrew Razeghi: esse foi um daqueles livros que comprei de super promoção na última bienal do Rio, e só estou terminando agora. É um livro muito bom também. Ele faz toda uma análise sobre os processos criativos e sobre o que pode realmente tornar ou não uma pessoa criativa. Acho um tópico muito relevante pra nossa sociedade que só pensa em inovação. 
  • Lord of Shadows - Cassandra Clare: Esse é o segundo livro a última trilogia dos Shadowhunters que eu amo. Eu gosto dessa série demais, gosto da autora, dos personagens, do enredo, etc. Mas esse livro foi um tantinho decepcionante de umas formas que não sei bem explicar. Acho que talvez não precisássemos mais desse livro na história. Foi longo, foi triste. Eu não sei se eu achei o livro ruim em algum aspecto ou se só estou chateada com a autora por ter matado uns personagens que eu gostei muito. 

Filmes e Séries 

A 13ª temporada de Grey's Anatomy acabou e eu fiquei bem triste com o fim. Nem morreram personagens importantes dessa vez, mas morreu meu casal favorito 💔.
Vi Sense8, e inclusive fiquei sem reação quando a Netflix anunciou o cancelamento - ainda não entendi a lógica e, se foi por falta de dinheiro, erraram feio no projeto porque não tinha necessidade de viajar pra uns 20 países pra fazer a série, né gente? Uma temporada com todo mundo dentro de uma casa, pra mim estaria melhor do que nenhuma outra temporada.
Vi os filmes: A Cabana, Guardiões da Galáxia 2, Mulher Maravilha no cinema e Donnie Darko e Ex Machina no Netflix mesmo.
A Cabana foi bonitinho e tal, mas não me emocionou nem a metade do que o livro fez - conforme li em algumas criticas, concordo que um dos problema é que não dá pra representar a grandeza de Deus em um filme. Ainda sobre esse filme, uma coisa que me incomodou muito foi a campanha de alguns grupos evangélicos contra esse filme - "Não assista A Cabana"; é claro que há muitos erros teológicos nesse filme, mas, desde quando a gente só pode assistir coisas que estão em perfeita harmonia com nossos fundamentos teológicos? E o discernimento, ninguém mais tem não? Achei que isso foi um negócio feio e sem sentido nas redes sociais.
Guardiões da Galáxia: engraçado e bonito.
👸 Mulher Maravilha: meu favorito do ano (depois de Moana) 💖, porque é sobre uma mulher que é forte, inteligente e simplesmente maravilhosa. O filme retratou várias situações em que ela foi literalmente posta de lado por ser mulher e teve que reafirmar seu valor várias vezes ao longo do filme - essa coisa do dia-a-dia de nossas vidas, não é mesmo?. Achei que foi uma representação ótima e realmente queria sair lutando maravilhosamente que nem ela. Vejam a crítica da Lully sobre esse filme.
Donnie Darko eu achei perturbador, Ex Machina também é, de certa forma, mas esse eu gostei de ficar pensando sobre.

Cursos, faculdade

No último post que escrevi, eu estava ainda só no começo do período, ainda tinha grandes sonhos e expectativas sobre as disciplinas, mas agora já fiz todas as P1 - primeiras provas, e já estou nas P2 e também terei P3 de algumas matérias. Todo o mês de Junho será um mês de provas.  Interessante ver como o meu sentimento em relação ao período pode mudar tanto do seu começo pro fim. Parece que no começo de cada período a gente reganha um pouquinho daquela inocência dos calouros e vai caindo na realidade com o passar do tempo, hehe.

O que mais teve

Teve muitas expectativas, decepções e vontade de sumir.  Mas também tiveram cultos maravilhosos lá na igreja que me renovaram e me ajudaram a continuar. Que bom, né?.
Abraços, e até a próxima 👸

0 comentários:

Postar um comentário